O movimento do estático

Toda a ação gera uma reação que produz animação

A teoria da Ação e Reação do titio Newton é conhecida há séculos e pode ser definida em cálculos matemáticos bem complexos que envolvem força, massa, gravidade, tempo, espaço, atrito, variáveis infinitas, etc e etc...
Entretanto, na esfera das
Animações Digitais podemos "descartar" todos esses cálculos complexos desde que:
O indivíduo (
Motion Designer) tenha a consciência e a sensatez de respeitar os princípios básicos de uma animação como o Timing e o Staging, na intenção de simular situações perceptíveis à consciência humana.

Motion e suas Atribuições

Motion, palavra que envolve inúmeras traduções literais como:
Movimento, Moção ou Gesto, que por sua vez pode ser atribuída à vertentes como Motion Design, Motion Graphics, Motion Studio, In Motion, entre outras…

Tais atribuições são aplicadas na esfera da publicidade e propaganda como um modo de interação dos elementos gráficos, estes direcionados à um segmento envolvendo um público específico.
No entanto esse
conjunto de informações têm como principal objetivo envolver as pessoas de modo que todo o conteúdo seja ele histórico, representativo, ou interativo prenda ainda mais a atenção do expectador.

Animação e suas Definições Digitais

Fazendo jus ao título principal desta página, Motion é basicamente isso, dar movimento aos elementos estáticos.
Uma vez que estes elementos sofrem alterações em sua estrutura dimensional ou em sua posição original, concluímos que o mesmo agora está animado.

 

Podemos definir esse conceito de "Animação" à alguns segmentos bem abrangentes como:
Animação 3D, Animação 2D, Animação Digital para o Cinema, TV e Internet.

Essa relação está diretamente ligada à evolução da tecnologia na computação gráfica.
Geralmente utilizada para fins de entretenimento, esse modelo de arte proporciona ao expectador um acesso mais rápido e dinâmico na absorção das informações, de modo que essa interação envolva o expectador de diversas formas, seja no sentido emocional, impulsivo, informativo ou simplesmente um modo de entreter.

A Dinâmica do Motion Graphics

Atualmente o Motion Graphics é o conceito mais utilizado nas propagandas digitais da TV e Internet.
Dentre as inúmeras formas de utilização com uma infinidade de recursos proporcionados pelos softwares de edição, o Motion Graphics é atualmente a modalidade mais difundida da
Animação Digital.

Um exemplo disso é que você pode fazer uso destes recursos em uma simples apresentação institucional, como também inseri-lo numa superprodução cinematográfica.

Desse universo de possibilidades, podemos fazer referência às animações digitais e destacá-las como principal método de interação para com os diversos tipos de expectadores.
Esse
conceito de animar elementos estáticos é um dos principais motivos da utilização massiva desse recurso e o dinamismo na qual as informações são apresentadas torna sua difusão ainda mais intuitiva.

Transmitir informações objetivas de maneira prática e dinâmica aos nossos expectadores, justifica nosso hábito de também absorver na mesma velocidade todo o conteúdo que nos cerca.

A Evolução da Tecnologia nos favorece?

Com o avanço da tecnologia, sem perceber aprimoramos nossa capacidade de absorção das informações e nos dias atuais consumimos muito mais informação do que há 20 anos atrás.

A média mundial hoje diz que a maioria das pessoas assiste TV em telas de 40 polegadas
com definição
Full HD, ou seja 1920x1080 linhas.

O tamanho padrão dos monitores também aumentou, a média agora está em 20 polegadas
e a maioria destes oferece resoluções de
2K ou seja, 2560x1440 pixels.

Já os fabricantes de dispositivos móveis como Notebooks, Tablets, Smartphones e Smartwatches estão sempre trabalhando para compactar cada vez mais os pixels de suas telas, desta forma conseguem exibir muito mais informação dentro de um espaço físico delimitado desafiando nossa percepção ocular.

Tendências Contemporâneas

Motion é uma tendência que veio pra ficar!

Com os espaços publicitários cada vez mais disputados, a solução para um melhor aproveitamento destas áreas  reservadas para a publicidade é a animação. Principalmente na Web que dispõe de uma área restrita em suas páginas principais, estas que têm mais acesso por conta do seu conteúdo cobiçado ou restrito.

Atualmente uma polegada quadrada em um veículo de comunicação custa o “zóio da cara” e virou privilégio de poucos. O acesso à estes canais de divulgação nunca esteve tão disputado e as opções de anúncios estáticos estão sendo descartadas conforme a demanda do mercado na disputa entre espaço físico e tempo de exposição.

Um exemplo são os
banners animados de publicidade utilizados nos sites de informação e redes sociais.
O recurso da animação viabilizou uma quantidade considerável de anunciantes no mesmo espaço físico, podendo transmitir várias mensagens de maneira dinâmica num curtíssimo intervalo de tempo.

Estima-se que o tempo necessário para uma mensagem ser
transmitida de maneira eficaz para “prender” o expectador é de aproximadamente 3 a 5 segundos. Passado esse tempo o expectador toma a decisão de voltar toda a sua atenção para esta mensagem na qual ele se identifica com o conteúdo e interage, ou transfere sua atenção para outro ponto se dispersando do assunto em questão, a publicidade.

O próximo passo é editar a sua animação de modo que você
direcione o expectador a realizar uma ação nos segundos restantes, o famoso CTA (Call To Action) convidando-o para clicar sobre a sua animação que, consequentemente irá redirecioná-lo para uma página com informações mais completas e elaboradas.

Agora você pode estar pensando...
– O que há de novo nisso, essa prática já é velha?
– Concordo, mas ainda é eficaz e o uso da animação se tornou indispensável.

A Emergência do Entretenimento

A maneira mais eficiente de prender a atenção do expectador é oferecer conteúdo de qualidade que tenha relação para com a sua área de interesse. Ou simplesmente gerar conteúdo aleatório com base no interesse de uma maioria.

O uso da animação com o propósito de entreter o expectador proporciona uma visão ampla e dinâmica dos fatos e conceitos apresentados. Como já mencionei anteriormente, o tempo das pessoas nos dias de hoje é limitado e quanto mais clara e objetiva for a informação por meio das animações, melhor será o entendimento do expectador na absorção da sua mensagem, seja ela informativa, instrutiva ou interativa.

Um exemplo básico desse tipo de entretenimento emergente (que não tem relação direta com a animação) são os Emoji's. Mesmo estáticos cada figura transmite uma mensagem única que pode ser interpretada de formas diferentes.

Estas figuras (Emoji) quando relacionadas à um contexto específico, têm a função de transmitir mensagens figurativas e emocionais de acordo com a percepção e interpretação de cada um no momento da interação.

🤩​

​😰

​🤪

🤬

​🤣

😃

​🧐

​😡

​🤨

​😱

​😬

Interação do Expectador com as Interfaces

Nos parágrafos anteriores abordei e exemplifiquei situações na qual o expectador interage diretamente com animações em banners de internet e indiretamente com conteúdo digital divulgado nas mídias televisivas.

Das infinitas possibilidades de interação do expectador para com os conteúdos digitais, podemos destacar o
Motion Design que é o mais utilizado nas comunicações visuais dos Smartphones, Smartwatches e Interfaces.

 

Muito presente na área de UX (Experiência do Usuário), que obviamente é concebida por desenvolvedores de UI (Interface de Usuário), tem como objetivo principal criar um modo de interação entre o expectador e a interface.

Motion Design pode atribuir interação direta ou indireta em sua concepção.

Tudo depende de onde e como essa animação irá interagir com o expectador.

O conceito de
Motion Graphics já é mais voltado para o entretenimento.
Sua interação é mais direta para com o expectador de modo que este, absorva a informação através do design, layout e gráficos apresentados, das quais o induzirá posteriormente à uma ação.

O fato é que elementos animados além de chamar a atenção, também contribuem nos modos de interação do usuário ou expectador para com as interfaces.

Essa mudança de "estado" a partir da animação criada através dos conceitos de Motion Design, causa efeito imediato no expectador que aguarda antecipadamente um “estado intermediário ou final” dessa animação.

Tudo isso resulta na importância de saber como manusear elementos estáticos ou seja, os designers e editores têm a responsabilidade de entreter seus expectadores e elaborar ambientes e interfaces que facilitem a vida e o cotidiano dos usuários em todos os aspectos.

Conclusão

Considerando os pontos supracitados, perceba que a nossa abordagem se manteve na esfera digital dando ênfase aos assuntos relacionados às propagandas digitais na televisão e internet, como também aos métodos publicitários mais utilizados nos veículos de comunicação digital que envolvem animação em conjunto com os principais dispositivos móveis.

Esse universo repleto de informação por todos os lados traz consigo infinitas possibilidades de desenvolvimento na área de
Motion Design e Motion Graphics, proporcionando aos expectadores sentimentos diversos em seu cotidiano na interação para com estas animações.

 

A razão principal de entreter o seu público alvo é transmitir emoções, sentimentos e sensações.

E quem realiza esse trabalho com maestria geralmente alcança seus objetivos.

Se você se identificou com a nossa abordagem e acredita que podemos
auxiliá-lo(a) com as nossas animações, preencha o formulário abaixo.


Além dos dados pessoais, descreva com detalhes sua área de atuação e pontos específicos para a elaboração do seu projeto de Motion Design & Graphics.

Coletamos informações neste formulário na intenção de realizar uma abordagem posterior.

Aviso:  O tempo de resposta das mensagens recebidas é de até 48 horas para os dias úteis, finais de semana e feriados.

Formulário Motion Design & Graphics

O envio das informações é livre, portanto não haverá qualquer tipo de cobrança e nos excluímos de eventuais compromissos até o momento da abordagem e planejamento decorrente.

A triagem das informações coletadas é realizada em horário comercial e o tempo de resposta após o envio é de até 48 horas.

O prazo para a avaliação dos releases após a triagem pode variar de acordo com a complexidade das informações recebidas.

Dúvidas, use o campo de descrição acima para enfatizar quaisquer outras informações pertinentes que considere necessárias.

  • Fanpage Marco Pecchy
  • Twitter | Marco Pecchy
  • Instagram | Marco Pecchy
  • YouTube | Marco Pecchy
  • Pinterest | Marco Pecchy
  • LinkedIn | Marco Pecchy

Compartilhe o conteúdo das minhas Redes Sociais com seus amigos!

|   Mapa do Site   |

Copyright © 2020  |   Marco Pecchy™   All Rights Reserved.